GLOSSÁRIO – SOCIEDADE 5G

2G

Redes móveis de segunda geração (D-AMPS, GSM/EDGE, CDMA 1x). Possibilitam chamadas de voz e tráfego de mensagens de texto e acesso a sites simples com qualidade digital. Ainda em uso em operações de pagamento.

3G

Redes móveis de 3ª geração (WCDMA / HSPA, TD-SCDMA, CDMA EV-DO, WiMAX Móvel). Possibilitam navegação por banda larga com velocidades médias de até 20 Mbps e consumo de conteúdos multimídia. Cobre todo o território nacional.

3GPP

Projeto de Parceria de 3ª Geração.

4,5G

Nome comercial para a tecnologia LTE-Advanced-Pro, utilizado para diferenciar o 4G tradicional da versão com o melhor performance, com velocidade quatro a cinco vezes superior ao 4G.

4G

Redes móveis de 4ª geração (LTE, LTE-A). Capaz de atingir velocidades médias de navegação, em dispositivos móveis, de até 100 Mbps.

4K

Em vídeo, uma resolução de exibição horizontal de aproximadamente 4.000 pixels. Uma resolução de 3840 × 2160 (4K UHD) é usada na televisão e mídia de consumo. Na projeção da indústria de filmes, 4096 × 2160 (DCI 4K) é dominante.

5G

Redes móveis de quinta geração, por padrão com latência de 3 a 10 milissegundos e velocidades de navegação que superam os 1.000 Gbps.

App ou aplicativo

Software que pode ser baixado e executado em um smartphone ou tablete.

Automação

Controle de sistemas industriais ou com aplicação em áreas como telecomunicações, medicina, consumo etc., por meio de dispositivos monitorados à distância, capazes de gerenciar processos e realizar correções.

AR

Realidade Aumentada (na sigla em inglês). Uma experiência interativa de um ambiente do mundo real onde os objetos do mundo real são “aumentados” por informação perceptiva gerada por computador.

Backbone

Redes de transporte de dados de alta capacidade, constituídas por trechos de fibra óptica conectando cidades, estados e até países.

Backhaul

Denominação da conexão da estação radiobase com a rede. Tipicamente, é feita por fibra ou usando rádios micro-ondas.

Banda

Significa a capacidade ou limite de dados (informações) recebidos ou enviados em um aparelho celular, por exemplo. É o termo empregado para designar a faixa de frequência utilizada em uma comunicação sem fio.

CAGR

Taxa de crescimento anual composta.

Cat-M1

Um padrão 3GPP de tecnologia celular de baixa potência e área ampla (LPWA) para conectividade de dispositivos de IoT (internet das coisas) sobre redes 4G.

CDMA

Acesso múltiplo por divisão de código, um modo de comunicação onde todos os transmissores usam o mesmo canal, mas cada um identifica a sua mensagem com um código. Utilizado em telefonia móvel nos anos 2000.

Central de rede (ou core, core da rede)

Abriga diversas funções como informações de perfil dos assinantes, função de mobilidade, e conecta à rede móvel com a internet e outras redes externas.

Cloud computing (ou computação em nuvem)

Tecnologia que utiliza conectividade em alta escala para hospedar e rodar dados e aplicações em servidores remotos, emulando a capacidade local. Existem nuvens públicas (serviços entregues a qualquer pessoa ou empresa), privadas (com espaços exclusivos para empresas em servidores) e híbridas (mescla dos modelos). Também vem ganhando força o modelo de multicloud, movendo dados entre diversos provedores públicos, privados em uma variedade de modelos.

Data analytics (ou análise de dados)

Classificação e triagem de grandes quantidades de informações, recolhidas de pessoas, dispositivos conectados e/ou de internet das coisas, normalmente feita por sistemas de inteligência artificial, para extração de insights importantes para aplicação em planejamento de negócios privados e públicos.

Datacenter

Local onde ficam concentrados servidores e sistemas computacionais de uma organização ou empresa, com toda a infraestrutura necessária a seu funcionamento.

dB

Na transmissão de rádio, um decibel é uma unidade logarítmica que pode ser usada para somar ganhos ou perdas totais de sinal de um transmissor para um receptor.

dBm

Unidade de potência em decibels (decibel-milliwatt) – Ex: 30dBm = 10Watts.

Downlink

Sentido do fluxo de informações enviadas da rede para o dispositivo. Downloads são um uso da capacidade de downlink.

EB

Exabyte, 1018 bytes, equivalente a 1 bilhão x 1 bilhão.

EDGE

Tecnologia de dados sobre redes GSM, que permite taxas mais altas que o GPRS. Também conhecida à época como 2.5G ou 2.75G.

eMBB

Banda larga móvel avançada, tipo de transmissão de dados no 5G que permite aplicações de alto desempenho em smartphones ou em banda larga (FWA).

EPC

Núcleo de Pacotes Evoluído composto por roteadores de core para redes 4G. São as grandes centrais de comutação de dados das redes celulares.

FDD

Divisão em frequência, modo de comunicação em que um canal é usado para transmissão e outro usado para recepção.

Frequência

Telefones celulares transmitem e recebem informações usando ondas eletromagnéticas. Estas ondas operam em frequências determinadas. Essas frequências são atribuídas a diferentes serviços, como telefonia celular, rádio, TV, satélites e todas as outras aplicações que usam comunicação sem fio.

FWA

Fixed Wireless Access (ou Acesso Fixo sem Fio). Prestação de serviço de banda larga residencial utilizando tecnologias sem fio, como 4G LTE e 5G. Isso se torna possível com o aumento da capacidade dessas redes, se tornando uma alternativa viável a meios tradicionais, como fibra, cabo e xDSL.

GB

Gigabyte, 109 bytes, 1 bilhão de bytes.

Gbps

Taxa de transmissão de dados, ou velocidade, em Gigabits por segundo.

GHz

Gigahertz, 109 hertz (unidade de frequência), que representa uma onda que oscila 1 bilhão de vezes por segundo.

GSA

Associação global de fornecedores de redes móveis.

GSM

Sistema Global para Comunicações Móveis, nome oficial do 2G.

GSMA

GSM Association, órgão comercial que representa os interesses das operadoras de redes móveis em todo o mundo.

HSPA

Acesso de pacote de alta velocidade, nome oficial das redes 3G com alta capacidade de dados.

IA ou Inteligência Artificial

Aplicações com base em computadores, redes, servidores ou sistemas computacionais que servem para emular, com muito mais capacidade e rapidez, a capacidade humana de pensar, raciocinar, analisar e tomar decisões.

Impressão 3D

Construção de objetos tridimensionais em camadas feita por máquinas que utilizam diversos tipos de materiais. Tem aplicações em prototipagem, fabricação de peças e objetos, medicina, mercado imobiliário etc.

Indústria 4.0

Conjunto de tecnologias e avanços que forma a quarta revolução industrial, incluindo 5G, nuvem, IoT, Realidade Virtual e Aumentada, Impressão 3D e outras técnicas.

IoT

Internet das Coisas, na sigla em inglês. Capacidade de conexão de máquinas, objetos domésticos, sensores e automóveis à rede, que será potencializada nas redes 5G.

kpbs

Taxa de transmissão de dados, ou velocidade, em quilobits por segundo.

LTE

Evolução a Longo Prazo (Long-Term Evolution), nome oficial do 4G.

Massive MIMO

Massive MIMO se refere a estações radiobase que tenham vários rádios e antenas integrados no mesmo equipamento, permitindo melhor cobertura, capacidade mais alta e que a direção de transmissão do rádio seja ajustada dinamicamente.

MB

Megabyte, 106 bytes, 1 milhão de bytes.

MBB

Banda larga móvel (definida como CDMA2000 EV-DO, HSPA, LTE, WiMAX móvel e TD-SCDMA). Se refere às aplicações de dados para smartphones, como mensagens, videos, redes sociais, navegação e outros tipos de conteúdo.

Mbps

Taxa de transmissão, ou velocidade, em Megabits por segundo.

MHz

Megahertz, 106 hertz(unidade de frequência), onda que oscila 1 milhão de vezes por segundo.

Microwave Radios

Rádios microondas, forma de conectar dois pontos a vários quilômetros de distância utilizando um rádio conectado a uma antena parabólica em cada ponta. Permite conexões de alta capacidade, muito utilizado para backhaul de redes móveis.

MIMO

Significa “multiple-input multiple-output”, ou seja, múltiplas entradas e múltiplas saídas. Técnica de transmissão de informações usando múltiplos transmissores e múltiplos receptores (múltiplas antenas tanto na estação radio base quanto no smartphone). 

mMTC

Comunicações massivas de máquina, tipo de transmissão de dados no 5G que permite conectar milhões de dispositivos com baixa demanda, como sensores, por exemplo.

mmWave

Ondas milimétricas são ondas de radiofrequência em uma faixa de frequência extremamente alta (30–300GHz) com comprimentos de onda entre 10mm e 1mm. Em um contexto 5G, as ondas milimétricas referem-se a frequências entre 24 e 71GHz (as duas gamas de frequências 26GHz e 28GHz são incluídas em escala milimétrica por convenção).

Mobile PC

Definido como laptop ou dispositivos de PC desktop com modem celular integrado ou dongle USB externo para acesso a redes 4G ou 5G.

NB-IoT

Um padrão 3GPP de tecnologia celular de baixa potência e área ampla (LPWA) para Conectividade IoT sobre 4G.

NFV

Virtualização de Funções de Rede. Significa que aplicações que antes requeriam hardwares dedicados passam a funcionar como softwares em infraestruturas similares a datacenters, que comportam múltiplas aplicações.

NR

Novo rádio, conforme definido pelo 3GPP Release 15, nome técnico do 5G.

PB

Petabyte, 1015 bytes, ou 1 bilhão x 1 milhão

Roteador Móvel

Dispositivo com uma conexão de rede celular para a internet e Conexão Wi-Fi ou Ethernet para um ou vários clientes (como PCs ou tablets).

Short-range IoT

IoT de curto alcance: segmento que em grande parte consiste em dispositivos conectados por tecnologias de rádio em frequencias não licenciadas, com um alcance típico de até 10 ou no máximo 100 metros, como Wi-Fi, Bluetooth e Zigbee.

Smartphone

Aparelho celular com sistema operacional capaz de baixar e executar aplicativos, muito similar a um computador.

TDD

Divisão no domínio do tempo, modo de comunicação em que um mesmo canal é usado para a transmissão e para a recepção, de maneira alternada.

TD-SCDMA

Acesso Múltiplo por Divisão de Código Síncrono por Divisão de Tempo, padrão tecnológico adotado por alguns países como base para o 3G.

TWDM-PON

Rede óptica passiva multiplexada no domínio do tempo e do comprimento de onda, empregando divisão óptica passiva. Tecnologia de acesso de fibra de próxima geração(FTTx), fornecendo um caminho de atualização para a atual Rede Óptica Passiva Gigabit (GPON). 

Uplink

Sentido do fluxo de informações enviadas do dispositivo para a rede. Uploads são um uso da capacidade de uplink.

URLLC

Comunicação ultra confiável de baixa latência, tipo de transmissão de dados no 5G que garante a qualidade necessária para aplicações críticas, como robótica, cirurgias remotas, chamadas holográficas e outras.

VoIP

Voz sobre IP, Protocolo de Internet que realiza chamadas de voz sobre redes de dados IP, permitindo telefonia sobre a Internet.

VoLTE

Voice over LTE conforme definido na especificação GSMA IR.92, um caso bastante particular e sofisticado de voz sobre redes de pacote, que permite melhor qualidade, confiabilidade e interoperabilidade para que as redes 4G possam trafegar chamadas de voz.

VR (virtual reality ou realidade virtual)

Interface homem/máquina por meio de computação e uso de devices como óculos, fones e outros dispositivos sensoriais com objetivo de criar sensação de presença em um ambiente virtual, diferente do real, podendo ter aplicações comerciais e de entretenimento, como games e transmissão de mídia.

WCDMA

Acesso múltiplo por divisão de código com uso de canais de banda larga. Tecnologia utilizada no 3G, onde todas as transmissões acontecem no mesmo canal (frequência) mas cada uma identificada por um código. Wideband (banda larga) se refere ao uso de canais 4x maiores que os utilizados em tecnologias de 2G CDMA.

Wide-area IoT

IoT de área ampla: aplicações de internet das coisas que visam cobertura de áreas amplas, como campo, cidades, estradas e outros ambientes. Podem usar frequências licenciadas ou não licenciadas. NB-IoT é um exemplo de Wide-area IoT.

XGS-PON

Um sistema de rede óptica passiva simétrica com capacidade de até 10 gigabits por segundo em uma rede de acesso óptico para residências, empresas, backhaul móvel e outras aplicações. Uma versão simétrica de largura de banda mais alta da atual Rede Óptica Passiva Gigabit (GPON), que permite aplicações que requeiram tanta capacidade de downlink (para receber informações” quando de uplink (para enviar informações).